top of page
  • Inês Cunha

Orquídea Infetada- Como detetamos o que fazer?


A planta aquando infetada mostra sinais de pouca vitalidade, folhas murchas apesar de ter água, aparecimento de manchas que poderão ser os esporos dos fungos. r.


-Pythium ultimum e Phytophthora cactora, são fungos que proliferam quando existe um excesso de água na planta, e começam na raiz com o aspeto de uma podridão de cor escura, a doença evolui rapidamente e pode levar a morte da planta em poucos dias. Para prevenção podemos colocar calda bordalesa periodicamente em alturas de maior humidade.




-Colletotrichum gleosporieoides- é uma das doença mais comuns, porém raramente perigosa.Esta doença se caracteriza por grandes lesões, normalmente mais circulares com o centro meio afundado. O que normalmente favorece esta doença é o excesso de luminosidade e queimaduras pelo sol. O clima quente e húmido com baixa ventilação favorece também esta doença.





-Podridão bacteriana: A grande diferença entre doenças causadas por fungos e bactérias é que as últimas não possuem estruturas capazes de romper os tecidos das plantas e penetrar nas mesmas e necessitam obrigatoriamente de uma porta de entrada sendo normalmente lesões mecânicas as causadoras, a doença bacteriana mais comum é causada por a bactéria pectobacterium carotovorum e algumas outras. São lesões que parecem que a folha está melada e posteriormente apodrece. Uma das maneiras de prevenir esta doença é não encharcar as plantas em água.






Cuidados a ter na inserção de uma nova planta:

Sempre que levamos uma planta nova para casa devemos fazer uma quarentena da mesma num local separado das nossas plantas durante 15 dias para verificar se não desenvolvem nenhuma doença.

Quando a planta já tem a doença instalada o melhor a fazer é separar a planta, retirar o vaso remover todas as partes afetadas sem deixar vestígio de tecido com lesão, selar os ferimentos com canela em pó ou pasta bordalesa.


A nível de cuidados e regra das plantas, cada planta tem as suas distintas características sendo que devemos sempre verificar o boletim que vem acompanhado da compra da mesma para escolhermos o melhor local e técnicas de cuidados.


Referências: http://orquideassemmisterio.blogspot.com/2020/07/disturbios-fisiologicos.html#more https://drive.google.com/file/d/1zw_VKbSt2eycOHqRTKKo_UhumgSkl8hI/view?usp=sharing

http://www.orquidario.org/palestras/palestra002.htm

http://www.orquideasmantovani.com.br/download?arquivo=Doen%C3%A7as%20das%20Orqu%C3%ADdeas.pdf

https://orquideasemmisterio.blogspot.com


12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page